04-04-2013
Imprimir

Praia é bom, mas sol demais…

Nessa época, os casos de queimadura aumentam nos hospitais da cidade. O Hospital Municipal Pedro II atendeu só nesta semana cinco casos. “Um dos pacientes chegou a ter queimadura de 2º grau nas costas e nas pernas porque usou aqueles bronzeadores caseiros que são terríveis à saúde”, disse a médica Bianca Ohana, chefe do Centro de Tratamento de Queimados do Pedro II.

No caso de crianças e idosos, os cuidados devem ser ainda maiores. Além de não pegar o sol mais forte, entre 10h e 15h, devem usar bloqueador solar 50 e se hidratar de hora em hora.

Proteja-se das queimaduras:

  • Mesmo com filtro solar, é importante a pessoa se proteger usando chapéu, óculos escuros e barraca;
  • Usar protetor solar fator 30, pelo menos. Reaplicar a cada duas horas ou quando for à agua;
  • No rosto, onde a pele é mais sensível, deve ser usado um protetor específico. O mais indicado é o fator 50;
  • Evitar os bronzeadores caseiros, responsáveis pelas queimaduras solares mais graves;
  • É importante beber bastante líquido (água, água de coco, suco de fruta, mate) para hidratar a pele;
  • Evitar o sol entre 10h e 15h;
  • Em caso de queimadura, irrigar o local com água corrente ou soro fisiológico e procurar atendimento médico;
  • Nunca aplicar produtos como borra de café, manteiga, pasta de dente, pasta d’água, batata. Ao contrário da crença popular, só pioram a situação, pois grudam na queimadura e precisam ser removidos.

“É impressionante como as pessoas, apesar de tanta informação, ainda cometam esse crime contra a sua própria saúde”

Fonte: O Dia Online
Notícia publicada em: 4/1/2013 no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia, fonte:
http://www.sbd.org.br/atualidade/Noticia.aspx?Cod_Noticia=1023&Ano=0